To indignado!



To Indignado

Vejam só, não param de brigar/discutir/acusar que o Brasil está se desindustrializando, que a culpa é da Dilma não ter abaixado os juros, ou que a culpa é da carga de impostos, ou que a culpa é da infraestrutura deficiente do Brasil, etc. Economistas, governo, oposição, pseudo-especialistas, todos vocês precisam entender que nada de cima pra baixo vai mudar o destino do Brasil nas próximas décadas. Somos subdesenvolvidos, agora somos subdesenvolvidos com geladeira, maquina de lavar e celular, mas continuamos tão subdesenvolvidos quanto a 8 ou 16 anos atrás.

Nossa industria é ineficiente, nossa pós-graduação também é ineficiente, nossas pesquisas são ineficientes e tem pouca chance de dar retorno. E a culpa não é da Dilma, se for dela, é só porque não há um plano sério para a educação no Brasil que tenha o objetivo claro de resolver os problemas de uma vez só. Veja que há laboratórios nas maiores universidades do Brasil praticamente parados porque não há alunos suficientes, e estamos enviando milhares de estudantes para fora do país enquanto há vagas e mais vagas por aqui. É louvável fazer um estágio fora do país, mas não faz sentido enquanto o número de alunos for tão deficiente. Não faz sentido porque não há onde esse conhecimento dar retorno, quero dizer, o cara aprende a fazer “alquimia” lá em Harvard, volta pro Brasil e é bem provável que não consiga seguir trabalhando na mesma linha, se conseguir, pra manter o laboratório dele funcionando vai ter que roubar aluno de alguém, e por ai vai. Faltam brasileiros pra “tocar” o Brasil pra frente, e sobram brasileiros pra puxar o Brasil pelo tornozelo.

 

Ai você abre o facebook e tem um vídeo de atores da Globo falando sobre Belo Monte estar errado. Pode até ser, mas com certeza não é um ator da globo que deveria ter que dizer isso, e pior ainda, é provável que se um especialista em impacto ambiental de usinas fosse falar ia ser, para a população brasileira, muito menos confiável do que a opinião do Marcos Palmeira ou da Juliana Paes. O diagnóstico é até simples: Estamos extremamente abaixo da linha de burrice minima que permite que um país se desenvolva. Falta gente não estúpida, faltam professores, faltam universidades, falta dinheiro para os professores e para as universidades que temos, mas é muito pior do que isso: Faltam pessoas que saibam montar um guarda-roupa sem que a gaveta quebre depois de 2 meses porque o imbecil colocou o parafuso 3 mm pra fora da posição que deveria, faltam encanadores que consigam arrumar uma pia sem ser necessário você ter que ligar no Procon, faltam atendentes de telemarketing que não digam pra você que você não consegue completar a ligação porque seu amigo bloqueou você, faltam frentistas que não tentem enganar um doutor em física dizendo que ele deve colocar água mineral no radiador do carro, faltam pessoas que te cobram o preço justo pelo serviço que prestam ao invés do preço máximo que você conseguiria pagar, faltam empresas dispostas a te atender quando você pede um orçamento pra comprar material pro laboratório, faltam pessoas que não tentem superfaturar os preços quando sabem que você vai comprar algo pra UNICAMP, e não consigo ver um final pra essa lista. Ai também faltam pessoas que tenham noção de que se um fusca 79 precisa de manutenção, e um Corolla 2012 também, então todo equipamento mecânico que possui óleo, filtros e mangueiras também deve precisar de manutenção, e que isso pode evitar um desperdício enorme de dinheiro público.

Esse retrato que tenho do Brasil vai mudar por causa da taxa de juros? Vai mudar se o Collor, o Sarney, o Lula ou o Tancredo Neves for presidente? Se você acha que sim, então alguém tem que te dizer o que eu vou dizer agora: “Não, seu idiota do satanás, não vai mudar”. Se houver um comprometimento por uma mudança que resolve todas essas ineficiências que citei, em um médio prazo vamos começar a se desenvolver. Do contrário, podem aposentar os economistas, pseudo intelectuais, e os atores da globo podem se dedicar apenas ao Zorra Total e parar com essa putaria de pagar de sabichão dizendo que isso ou aquilo ta errado.

O Schorodinger, que ganhou o Nobel de física, falava vários idiomas e foi capaz de “prever” o DNA décadas antes de existir tecnologia pra observar tal coisa, começa o seu livro pedindo licença por tentar dar pitaco em Biologia. Mais do que indignado, ver um imbecil tentando falar do que não sabe pra mim é uma tremenda falta de respeito, não apenas com aqueles que sabem alguma coisa, mas com toda a humanidade.




Fatal error: Uncaught Exception: 12: REST API is deprecated for versions v2.1 and higher (12) thrown in /home/portalpg/public_html/wordpress/wp-content/plugins/seo-facebook-comments/facebook/base_facebook.php on line 1044